Arrow
Arrow
Slider

Os azares continuam

Depois do Rali Casino de Espinho, foi agora no Vidreiro que o azar voltou a bater à porta do Escort MkII, da dupla Eduardo Veiga/Justino Reis.

 

 

 

 

 

 

Desta vez, o motor apresentou-se em excelentes condições, mas alguma coisa o fazia desligar-se, em plenos troços. Aconteceu por demasiadas vezes, até que a equipa achou por bem, desistir da prova.

Logo no primeiro dia, na passada sexta-feira, o motor começou por apresentar esses sintomas, na etapa da tarde.

“O motor do Escort calava-se e era preciso parar, desligar o corta-corrente e depois voltar a coloca-lo a trabalhar. Ficava normal, mas voltava a fazer a mesma coisa, pouco depois. Na assistência, desse dia, procuramos descobrir o que estava a acontecer, mas sem êxito”, revelou Eduardo Veiga.

No dia seguinte, Eduardo Veiga e Justino Reis, resolveram sair para a estrada. Mas a situação manteve-se. “Não valia a pena continuar, pois tudo estava na mesma. Optámos por abandonar, depois de terminado o primeiro troço. Dirigimo-nos para a assistência e, agora, há que esperar que o nosso preparador, descubra e solucione o problema. Foi pena, pois acho que iríamos conseguir uma boa classificação”, concluiu Eduardo Veiga, a seguir ao abandono.

A próxima prova é no norte e disputa-se dias 1 e 2 de julho. Chama-se Rali Marco União de Freguesias.