Turbo “tira” vitória a Eduardo

Eduardo Veiga e Justino Reis, participaram no Rali de Portugal – Promoção, com o Mitsubishi Lancer.

Uma jornada organizada pelo Clube Automóvel de Portugal, juntamente com a prova pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis.


Foi um Rali em que a vitória só não aconteceu, devido a um turbo partido. Veiga e Reis, lideravam a prova já com uma considerável diferença, sobre os segundos classificados, quando a poucos quilómetros do final do último troço, o turbo do motor do Lancer partiu-se.


Quando nada o indicava, a vitória fugiu. O motor perdeu rendimento e obrigou a dupla Eduardo Veiga e Justino Reis a completarem o troço muito devagar. Além da vantagem que tinham, também perderam quase mais 8 segundos, ficando com a segunda posição na prova, como parco prémio de consolação. Um segundo lugar, a que acresce uma vitória no Grupo X, o qual Veiga lidera no Campeonato do Centro.


Eduardo Veiga, contou o que aconteceu. “Nunca esperávamos que isto acontecesse. A liderança era nossa, tínhamos uma boa diferença sobre os segundos classificados e estávamos a andar depressa, mas sem exageros. Foi um azar, a avaria do turbo, pois impediu-nos de vencer”. Uma vitória que seria mais do que merecida, para Eduardo Veiga e Justino Reis, os vencedores das duas primeiras classificativas do Rali.


Eduardo Veiga regressa, dentro de cerca de um mês, no Rali de Alfena. Agora, ao volante do seu Ford Escort, um carro que faz as delícias do público.


in:RallySport.pt